quarta-feira, 29 de julho de 2009

Sensações



Meu coração não é de ninguém,

Sou um homem da noite.

Vago por aí.

Meus sapatos já sem brilho.

E os felinos cautelosos,

Saúdo o luar.

Colho flores,

Lírios para damas.

Sou das ruas, sou de todos.


Duque

2 comentários:

  1. legal e melancólico mas me identififiquei totalmente com ele.

    ResponderExcluir
  2. me inspirei no jeito bohemio do meu segundo pseudônimo :D

    ResponderExcluir